Produção

Considera-se o ano de 1970 como o início da implantação da agricultura orgânica no Brasil. É nesse momento que práticas convencionais agropecuárias começam a ser questionadas. Ao longo da década de 80, com a criação de órgãos, cooperativas e organizações não governamentais, o movimento ganha corpo. Porém, com cultivo e distribuição pouco estruturados, apresenta resultados bastante incipientes.

Segundo o Censo Agropecuário de 2006, realizado pelo IBGE, o Brasil conta com 4,93 milhões de hectares destinados ao cultivo de orgânicos, distribuídos através de 90.497 estabelecimentos. Mais de 80% dos produtores orgânicos do país são da agricultura familiar.

Segundo dados da Apex-Brasil, entre 2009 e 2014, o setor de alimentos orgânicos deve registrar expansão da ordem de 46%, impulsionado pelo interesse crescente dos consumidores, bem como um melhor entendido sobre seus beneficias à saúde, ao meio ambiente e ao ser humano.